sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Paulo Coelho-Dos pedaços



Paulo Coelho


Dos pedaços

Um monge chega para o abade e pede para que lhe ensine o que é a vida.

O abade o conduz para a adega do mosteiro, pega uma bela garra e mostra: “isto é a vida espiritual”, diz, e atira a garrafa no chão.

Em seguida, pega uma outra garrafa: “isto é a vida material”, diz, e também atira no chão.

Finalmente, pega uma terceira garrafa: “isto são seus semelhantes”. E a quebra.

“Pegue uma vassoura e junte tudo em suma só pilha”, diz.

O monge obedece. Então o abade estende para ele uma lata de cola. “Agora, reconstrua apenas uma garrafa. Talvez seja um pouco difícil, mas isto é a vida.

Cada um de nossos dias é feito de uma série de momentos diferentes, como são diferentes estes casos. Mas precisamos juntá-los com a maior harmonia possível, e criar nossa própria obra de arte”.

3 comentários:

Lia disse...

olá amiga,
eu leio e está tudo bem:0))))
jinhos

Cristina J. disse...

Pois eu também!

Bjinho grande e obrigado por passares no meu cantinho

Querubim disse...

Obrigada???
De nada é com prazer que o faço, beijinhos