quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009




As Sem-Razões do Amor

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.
Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.

Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.
Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.

Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.
Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

Carlos Drummond de Andrade

2 comentários:

NATTY disse...

AMOR ou AMO-TE é uma palavra que sendo sentida nunca devemos ter preconceitos em dizer, mesmo aos AMIGOS virtuais como vocês.
A AMIZADE é uma expressão de AMOR.
AMO-VOS
Um BEIJINHO GRANDE, Lina.
Natty

Lina Querubim disse...

Obrigado Natty!
É verdade a nossa cultura tem muita dificuldade em dizer a palavra Amo-te ou Adoro-te, existem muitas formas de Amar mas sentidas sempre com a mesma intensidade :) Adoro-vos!
Beijokas