quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Meus Amigos de quatro patas

6 comentários:

May Alek disse...

Olá, Lina!
Adorei seus amigos de quatro patas. Não sei se já falei sobre isso (a memória ficou péssima depois da cirurgia), tenho um cão, um golden retriever, chamado Bartolomeu, e um gato siamês de nome Botero. São muito fofos também.
Um boa quarta-feira pra você.
Beijos.

Querubim disse...

Olá May, por acaso não falámos sobre bichinhos e quanto á memória nem me fales...tem sido uma coisa...eu já era esquecida adora então...estes meus peludinhos os primeiros o Doggy(cão)e a Bébe(gata branca,preta e amarela) já não estão entre nós :( os outros a Mafalda(preta)e o Francisco(riscadinho) é que são os meus actuais, eu sou uma apaixonada por animais por minha vontade tinha mais o marido é que não deixa :) por mim era um Zoo adoro a raça Golden retreivier queriam me dar uma pretinha epois do Doggy falecer mas...eu sofri tanto com a falta dele que não quis, sofri com a Bébe tb claro mas ele era muito especial fazia tudo só não lhe concederam o dom da palavra eram os meus melhores Amigos e agora são estes,fazem-me muita companhia uma vez que estou em casa.
Como vai o teu filho?
E tu?
Melhorou desde a última quimio?
Beijokas e bom dia ;)

Mrs. Sea disse...

Gostei de conhecer os teus amigos! :)
Bjins

Querubim disse...

Isto é erros atrás de erros, é comer palavras, trocá-las e comê-las eu juro que não era assim!!!!
Sempre fui despassarada, mas nunca teclei desta forma :o a sorte é que vocês entendem...ou será que não?????
Acho que sim!!! HIHIHIHIHIHI
Mrs.Sea também vi os teus são lindos e tens muitos ;)
Beijos

Querubim disse...

eu não digo???????????????????????????????????????????????
Comê-las e comê-las bolasssss....era tocar, comê-las e aumentar que raiva!!!!!!!!!!!!!

May Alek disse...

Lina, não se preocupe com a troca de letras, dá pra gente entender.
Também sei o que é perder os companheiros de quatro patas, até agora já foram três. A Filomena morreu de câncer de mama. Foi muito triste, cuidei dela o tempo todo, fez cirurgia e quimio, mas não teve jeito. Os animais são realmente muito companheiros, às vezes mais do que os humanos.
O filho se recupera bem, eu ainda sinto os efeitos da última quimio. Amanhã tenho consulta com o oncologista, vamos ver o que ele me dirá.
Tudo de bom pra você.
Beijos