quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Meu amigo internauta




Você que é meu amigo,
você que sempre me socorre quando preciso,
você que fala de assuntos interessantes
às vezes coisas banais que para mim são tão importantes!
Você, que,
às vezes,
tão longe,
mas que sinto tão perto em meu coração...

Você, meu amigo,
que não vejo os olhos,
mas sinto a alma,
está sempre próximo,
bem mais perto do que a própria tela,
está mais próximo do que imagina...

Você meu amigo,
que invadiu minha vida,
fez-me gostar-te muito,
que não veio apenas através de um cabo telefônico,
mas veio do vento,
vento que nos leva para o encontro das nossas alegrias
para a proximidade dos nossos sonhos.

Você é especial,
e tudo o que se refere à você.

São tão importantes para mim:
as suas alegrias, as suas mágoas, as suas histórias e suas aventuras,
quero-te sempre próximo de mim!

Você meu amigo,
que é muito mais que um encontro virtual,
é a realidade dos meus dias!

Por você eu navego,
por você eu crio,
por você eu tenho suportado tantas coisas,
com tanta força...

A você meu amigo,
gostaria de fazer alguns pedidos:
Que você sempre permaneça,
em minha vida,
em meu coração.

Que seja meu eterno amigo;
além da tela,
além do tempo,
aqui dentro do meu coração...

2 comentários:

May Alek disse...

Adorei o poema!
Quero muito continuar sendo sua amiga. Mesmo aqui do outro lado do Atlântico! Conhecer você e sua história está sendo muito importante pra mim.
Um beijo carinhoso,
Maisa

Querubim disse...

Obrigada May, como estás??
Tens passado bem com a quimio?
Tenho Amigos virtuais há quase 8 anos falamo-nos de vez enquando no messenger e trocamos correio electrónico, alguns porque eram muitos foram-se perdendo mas outros ainda cá estão sempre com uma palavra ou uma mensagem amiga.
Espero que as tuas recuperações sejam rápidas e Deus te acompanhe com fé alcança-se tudo!!!
Beijinhos
Lina